Portabilidade de Crédito – aproveite a redução dos juros!

Entenda como funciona a Portabilidade de Crédito e como ela pode lhe ajudar a reduzir a taxa de juros paga nos empréstimos consignados.

Após seguidos cortes na taxa básica de juros da economia, o governo federal reduziu o teto da taxa de juros cobrados em empréstimos consignados para servidores públicos federais, aposentados e pensionistas.

Essa redução não vale para contratos antigos, apenas para novas contratações.

No entanto, você pode utilizar a Portabilidade de Crédito para migrar seus contratos antigos para um outro banco, se beneficiando das taxas de juros menores.

Veja agora o passo-a-passo da Portabilidade de Crédito:

  • Pesquise no mercado os bancos que oferecem esse produto e quais as condições negociais oferecidas.
  • Peça a seu banco atual o valor total da sua dívida, o banco tem um dia útil para lhe dá essa informação e até cinco dias para lhe fazer uma contraproposta.
  • Informe o valor total da dívida ao novo banco, que vai quitar o empréstimo com o banco “antigo”.
  • Após a quitação da operação antiga, o novo banco fará a averbação da nova operação no contracheque do servidor ou no benefício do aposentado ou pensionista.

O valor e prazo da nova operação contratada não pode ser superior ao valor do saldo devedor e ao prazo remanescente da operação original a ser liquidada.

Outra coisa importante, não aceite arcar com qualquer custo relacionado a quitação da dívida, pois isso não é permitido pelo Banco Central.

Quer saber mais informações?

Solicite uma simulação de portabilidade aqui e tire todas as suas dúvidas com nossos consultores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *